← Voltar

Como prevenir e identificar o câncer de pele

O câncer de pele tem grande incidência no Brasil e no mundo e, caso não seja diagnosticado precocemente pode até levar a morte. Ainda que muito se fale em cuidados com o sol e com a pele, muitas pessoas ainda desconhecem como prevenir e identificar o câncer de pele e para alertar nossas Uau Girls sobre a gravidade da doença, vamos falar dele nesse post cheio de dicas e orientações sobre prevenção, depoimentos de pacientes, comentários de dermatologistas e muito mais!

Tipos de câncer

Para início de conversa vamos entender quais são os tipos de câncer de pele. Ele pode ser classificado de duas formas:

  • Câncer de pele melanoma: se origina nas células produtoras da melanina, substância que determina a cor da pele, e é mais frequente em adultos brancos;

  • Câncer de pele não melanoma: mais frequente no Brasil, responsável por 30% de todos os casos de tumores malignos registrados no País.


Prevenção é o melhor remédio!
Nem todos os melanomas podem ser evitados, mas algumas ações podem reduzir o risco de ter um melanoma. Vamos conhece-las?

#1 Limitar a exposição à radiação ultravioleta

A forma mais importante para reduzir o risco de melanoma é proteger-se da radiação ultravioleta. Procure sempre se proteger do sol quando estiver ao ar livre.
Procure uma sombra. Uma forma de limitar a exposição à radiação ultravioleta é evitar a exposição prolongada diretamente à luz solar, especialmente entre às 10 h e 16 h, quando a luz UV é mais intensa.

#2 Usar roupas adequadas

As roupas fornecem diferentes níveis de proteção contra a radiação ultravioleta (UV), por exemplo, camisas de mangas compridas, calças compridas ou saias longas oferecem mais proteção. Outro detalhe é em relação às cores: as escuras também protegem mais do que as cores claras. Tecidos firmes protegem melhor do que o vestuário entrelaçado. Tecido seco é geralmente mais protetor que o molhado. Entretanto é importante estar ciente que apenas se cobrir não bloqueia toda a radiação ultravioleta, se a luz passa através de um tecido, a radiação UV também passará.

#3 Proteja a cabeça

Ao se expor por longos minutos ao sol use chapéu. Chapéu com aba é o ideal, porque protege áreas muitas vezes expostas ao sol intenso, como orelhas, olhos, nariz, couro cabeludo e testa. O boné protege o rosto e a cabeça, mas não o pescoço ou as orelhas, locais onde normalmente os cânceres de pele começam a se desenvolver. Os chapéus de palha não são tão protetores quanto os confeccionados com tecido mais grosso.

#4 Protetor solar sempre!

Use protetores solares e labiais em áreas de pele expostas ao sol, especialmente entre às 10 h e 16 h e de preferência com fatores de proteção solar (FPS) 30 ou mais. O uso do protetor solar é recomendado, inclusive em dias nublados ou encobertos, pois a radiação UV está presente. Entretanto, para garantir a proteção contínua, os filtros solares devem ser reaplicados, de acordo com as instruções da embalagem.

#5 Óculos de sol é essencial

Óculos com capacidade de bloquear a radiação UV, de pelo menos 99% oferecem a melhor proteção para os olhos e para as pálpebras.

#6 Evite o bronzeamento artificial



Muitas pessoas acreditam que os raios UV das câmaras de bronzeamento são inofensivos, mas isso não é uma verdade. As lâmpadas de bronzeamento que fornecem os raios ultravioleta podem, a longo prazo, provocar danos à pele e ainda contribuir para o desenvolvimento de um câncer de pele.
O bronzeamento artificial tem sido associado a um risco aumentado de melanoma, especialmente se iniciado antes dos 30 anos de idade. A maioria dos dermatologistas e dos membros de organizações de saúde não recomenda o uso de câmaras de bronzeamento e lâmpadas ultravioletas. No Brasil está proibida sua utilização desde 2009.

#7 Proteja as crianças do sol

As crianças precisam de atenção especial, pois tendem a passar mais tempo ao ar livre e podem se queimar mais facilmente. Os pais devem proteger as crianças da exposição ao sol em excesso, seguindo as recomendações mencionadas acima. As crianças mais velhas precisam ser alertadas sobre a exposição ao sol uma vez que se tornam mais independentes.

#8 Preste muita atenção em pintas irregulares

Verificar a pele regularmente permite a detecção de pintas novas ou irregulares ou outras alterações. Mostre qualquer mudança na pele que encontrar ao seu médico para fazer o diagnóstico e eventualmente o tratamento da lesão.
Certos tipos de pintas apresentam um risco aumentado de desenvolver um melanoma. Se você tem pintas, dependendo da forma o seu médico poderá querer acompanhá-la com exames regulares ou mesmo removê-las, se suas características sugerem que possam se transformar em um melanoma.
A remoção de muitas pintas não é recomendada como forma de evitar o melanoma. Alguns melanomas podem se desenvolver a partir de pintas, mas a maioria não. Se você tem muitas pintas, consulte periodicamente um dermatologista, que realizará exames de rotina, além de recomendar que você faça mensalmente o autoexame da pele.
Se você encontrar uma nova pinta, pouco comum ou alguma mudança em uma pinta já existente, você deve consultar um dermatologista.

#9 Baixa do sistema imunológico



Ter um sistema imunológico enfraquecido aumenta o risco de contrair melanoma e outros tipos de câncer de pele.
A infecção pelo HIV pode enfraquecer o sistema imunológico. Evitar os fatores de risco conhecidos para a infecção pelo HIV, como o uso de drogas intravenosas e relações sexuais desprotegidas com muitos parceiros, pode reduzir o risco de câncer de pele e muitos outros tipos de câncer.
Algumas pessoas, como por exemplo, as que fizeram transplantes de órgãos ou portadoras de doenças autoimunes, precisam tomar medicamentos para suprimir o sistema imunológico. Às vezes, pessoas com câncer também precisam tomar medicamentos como quimioterapia que pode diminuir sua função imunológica. Para estas pessoas, o benefício de tomar estes medicamentos provavelmente ultrapassará o pequeno risco aumentado de contrair câncer de pele.

Fatores de risco

Qualquer pessoa pode desenvolver o câncer de pele, mas aquelas com pele muito clara, albinas, com vitiligo ou em tratamento com imunossupressores, são mais sensíveis ao sol. O câncer de pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos.
É considerado raro em crianças e pessoas negras, exceto pessoas com essas características que tenham algum outro tipo de problema cutâneo.
Apesar desse índice, a média da idade vem diminuindo com o passar dos anos, tendo em vista que pessoas jovens têm se exposto constantemente aos raios solares.

Como identificar o câncer de pele?

Os principais sintomas do câncer de pele são:

  • Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram.
  • Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor.
  • Feridas que não cicatrizam em 4 semanas.
  • O câncer de pele ocorre principalmente nas áreas do corpo que são mais expostas ao sol, como rosto, pescoço e orelhas. Se não tratado adequadamente, pode destruir essas estruturas.
  • Assim que perceber qualquer sintoma ou sinal, procure o mais rapidamente o profissional de saúde especialista para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Teste ABCDE para detecção do câncer de pele

Para a detecção precoce do câncer de pele, existem as estratégias de diagnóstico precoce e de rastreamento, consistindo este último na aplicação de exames em indivíduos saudáveis, sem sinais ou sintomas da doença, com o objetivo de detectar a doença em fase pré-clínica.
Para o câncer de pele não melanoma, sua identificação em fase bem inicial ou ainda de lesões pré-malignas possibilita melhores resultados em seu tratamento, com maiores chances de cura e menores sequelas cirúrgicas.
Para pessoas com alto risco para melanoma, como as que têm história pessoal ou familiar desse câncer, é indicado que sejam periodicamente examinadas por um médico. Apesar de não haver evidências de redução da morbimortalidade pelo uso de uma técnica específica de autoexame de pele, estudos indicam que grande parte dos melanomas é descoberta acidentalmente pelos próprios pacientes ou seus familiares, mostrando a importância de conhecerem sua pele e estarem atentos a algumas mudanças.
A sensibilização de pessoas de maior risco possibilita que, com a identificação de lesões suspeitas, o diagnóstico desse câncer possa ser realizado precocemente por um médico. Com esse fim, várias sociedades de especialistas como a Sociedade Brasileira de Dermatologia e a American Cancer Society defendem a regra do ABCDE, um guia para a identificação de sinais sugestivos do melanoma.
Use a tabela como referência e perceba os sinais:
• Assimetria: uma metade do sinal é diferente da outra.
• Bordas irregulares: contorno mal definido.
• Cor variável: presença de várias cores em uma mesma lesão (preta, castanha, branca, avermelhada ou azul).
• Diâmetro: maior que 6 milímetros.
• Evolução: mudanças observadas em suas características (tamanho, forma ou cor).
Na identificação dos cânceres de pele basocelulares e espinocelulares, seriam buscadas, nas regiões do corpo mais expostas ao sol, manchas que coçam, ardem, descamam ou sangram e feridas que custam a cicatrizar.

Tratamento do câncer de pele

A cirurgia oncológica é o tratamento mais indicado para tratar o câncer de pele para a retirada da lesão, que, em estágios iniciais, pode ser realizada em nível ambulatorial (sem internação). Já para casos mais avançados e para o câncer de pele melanoma, o tratamento vai variar de acordo com tamanho e estadiamento do tumor, podendo ser indicadas, além de cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia, conforme cada caso.
Além disso, existe também a terapia fotodinâmica (uso de um creme fotossensível e posterior aplicação de uma fonte de luz), que é mais uma opção de tratamento para a ceratose actínica (lesão precursora do câncer de pele), carcinoma basocelular superficial e carcinoma epidermoide “in situ” (Doença de Bowen). A criocirurgia e a imunoterapia tópica são também opções para o tratamento desses cânceres. No entanto, exigem indicação precisa feita por um especialista experiente.
Quando há metástase (o câncer já se espalhou para outros órgãos), o melanoma, hoje, é tratado com novos medicamentos, que apresentam altas taxas de sucesso terapêutico. A estratégia de tratamento para a doença avançada deve ter como objetivo postergar a evolução da doença, oferecendo chance de sobrevida mais longa aos pacientes.
Portanto, o assunto é sério meninas. Vamos ficar sempre alertas e surgindo qualquer sintoma procure sempre um médico.
Vem ser UAU.

Vem conversar com a gente ♥
NOSSO PINTEREST
  • Mig, você sabia que criar e manter uma rotina de cuidados com a pele previne e retarda o envelhecimento dela? 😱 Pois é, isso é real, viu?! Mas, é super importante respeitar o SEU tipo de pele e usar os produtos adequados. Além de manter a autoestima em dia, o carinho que se oferece à pele será retribuído com proteção e saúde. #VamosJuntas conferir esse passo a passo básico que preparei pra você?
  • Eu sempre digo que a boa autoestima vai muito além dos cuidados com a pele, unhas e cabelos💅 💁‍♀️Ela também caminha de mãos dadas com a relação que você cria com o seu corpo e a sua mente. Sabia que corpo e mente bem nutridos🧠✨ são capazes de elevar a sua autoestima e trazer muitos resultados super positivos para o seu dia a dia?! Arrasta pro lado 👉 e vem saber como, Mig! #somosuau #uaubox #Autoestima #EstiloDeVida #CoragemParaSerUAU #Saúde #Alimentação #Esportes
  • Cheguei com a parte 2 de como deixar seus pincéis cheirosos, limpos e o mais importante, "usáveis"! 🤣 A limpeza das ferramentas de maquiagem se torna essencial para garantir a saúde da pele e o recomendável é higienizar esses itens de make toda semana. Ah, e se você usa esponjinhas para se maquiar, saiba que elas podem ser limpas da mesma forma. E mais uma dica importante: nada de deixar seus pinceis no banheiro. A umidade pode fazer com que eles mofem. Beijos limpinhos! 💖
  • A gente ama um delineado, ainda mais quando o traço dele fica perfeito ✨ O desafio é conseguir fazer isso, né, Mig?! Sem falar que quando a gente tá atrasada parece que não sai de jeito nenhum 😂 Me conta aqui se você já passou por esse desafio 👇 Aproveita e segue a gente no twitter pra acompanhar esse e outros conteúdos exclusivos 🥰
  • Mari, nem tão delicada assim, trouxe algumas dicas de como lavar aqueles pincéis que estão em uso desde 2017! 🤣😰 Mig, o papo é SÉRIO! Quando passamos muito tempo sem higienizar os pincéis, deixamos esses itens expostos ao acúmulo de produto e poeira. A consequência disso é a formação de fungos e bactérias, que podem acabar causando irritações e inflamações, agravando a situação de peles com tendência a acne. ❗ Bora ver a parte 1? Já curte pra eu soltar a parte 2 dessa sequência 😂😘
  • Eu tenho 3 dicas importantes pra compartilhar com você! 💖 Arrasta pro lado pra gente ver juntas o resultado dessa busca! De pouco em pouco, você vai colocando cada uma dessas ações em prática pra deixar seus dias ainda mais UAU! Não esquece de marcar uma amiga aqui pra vocês começarem isso juntas, combinado?! 🥰 #autoestima #uaubox #pesquisa #dicas #autocuidado #vamosjuntas
  • Na UAU, todas as assinantes têm acesso a Carteira, onde elas acumulam pontos através de ações de recompensas e podem trocar por dinheiro.
  • Assine sua UAUBox, receba o DOBRO ou mais em produtos em relação ao valor da sua assinatura e complete sua rotina de beleza todos os meses! 🤑
  • Amiga que é amiga, sempre dá um jeitinho de ajudar 💖 ✨ Use o cupom PINUAU e ganhe 10% de desconto em todo o plano escolhido durante a sua Jornada de Autoestima comigo! Vamos juntas, Mig?!

Larissa Drozdowski

@laridrozdowski

Especialista em Beleza e Criadora de Conteúdo para a UAUBox.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Loccitane Brand Natura Brand Relax Brand Body Shop Brand Up2You Brand KUR Brand Hidra Brand
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x